ATIVIDADES

História da atuação no cinema

30 vagas
A partir de 16 anos

A palestra apresenta um panorama da história do ator e da atuação no cinema. Nela, iremos assistir à trechos de filmes e conversar sobre as diferentes escolhas realizadas por diretores e atores, sobre a técnica de atuação utilizadas nos filmes, a relação dos atores com o plano, com a cena filmada, além da própria relação entre direção e elenco para construção do filme. A palestra é voltada para aqueles que querem saber mais sobre atuação e direção de atores no cinema e interessados na arte do ator em geral.

Eduardo Bordinhon

Eduardo Bordinhon é ator e professor. Mestre em Artes da Cena pela Unicamp (2015), estudou a interpretação no cinema clássico americano entre os anos 50 e 70. Em sua trajetória, teve aulas com artistas e pesquisadores como Fernando Leal, Beto Brant, Pedro Maciel Guimarães , Luiz Mário Vicente e Tais Nardi. Seus trabalhos mais recentes são os longas “Amador” (Cristiano Burlan -2014), “Corte Seco” (Renato Tapajós – 2014), “Hamlet” (Cristiano Burlan – 2015) e "Na Selva das Cidades" (André Sousa e João Sousa Cardoso - 2017), além de diversos curtas, onde trabalhou como ator ou assistente na direção dos atores. É professor do curso de Direção de Atores Para Cinema da Bucareste Ateliê de Cinema. Na Academia Internacional de Cinema (AIC), é professor no curso de Interpretação para Cinema. É professor convidado do módulo de cinema do curso técnico em teatro do Senac Franca. Na Unicamp, em 2016, atuou como assistente no curso de Direção de Atores do curso de Midialogia. Desde 2015, realiza oficinas e palestras na área com destaque para UNICAMP (2015/2018), SENAC (2015), Segunda Segunda (2017), CINESESC (2017), 21ª Mostra de Cinema de Tiradentes (2018), LAB Audovisual Fuligem (2018) e Casa Guilherme de Almeida (2018).